Tradutor

sexta-feira, maio 23, 2014

Programas apontam para medidas que pecam por tardias

Mariana Abrantes de Sousa:
Para começar a reembolsar os financiamentos de emergência à Troika, já em 2015, não haverá espaço para repor cortes nos salários e nas pensões nem para descer impostos, a menos que a balança comercial venha a dar um grande salto.
Quanto aos programas "Caminho para o Crescimento" do Governo PSD/CDS e "Contrato de Confiança" da oposição PS, os eleitores  deveriam ficar impacientes com meras  intenções. No século XXI, ainda só agora  "vamos" criar indicadores de de gestão e de desempenho  para a Administração e os Serviços Públicos. Estes KPI's, Key Performance Indicators, que já deviam estar definidos, acordados, alinhados e visíveis para todos.  Como contribuintes, deveríamos ser mais exigentes com o "Value for the Public's Money", o valor gerado pelos fundos públicos, na metade da economia que está sob o domínio directo dos políticos. As reformas medem-se pelos resultados.



Hélder Oliveira: "É preciso criar condições para as empresas investirem"
Os comentadores do ETV Mariana Abrantes de Sousa, Hélder Oliveira e Jorge Ribeirinho Machado, analisam as propostas do Governo e do Partido Socialista para Portugal, num programa conduzido por Marina Conceição. "Conselho Consultivo" de 21 de Maio de 2014.