Tradutor

terça-feira, março 20, 2012

TdC atento à auditoria das PPP


TdC atento à escolha da Ernst & Young para auditar PPP
O Tribunal de Contas (TC) está alerta para os resultados do concurso lançado para escolher a empresa que fará a auditoria às PPP - parcerias publico-privadas exigida pelo memorando da ‘troika', noticiou o Diário Económico.
De entre cinco concorrentes, a consultora Ernst & Young ganhou a corrida, mas existem dúvidas sobre eventuais conflitos de interesses por a empresa ter contratos com empresas e grupos que participam de consórcios de PPP e concessões.

Embora o TC não possa invalidar o resultado, poderá pedir uma fiscalização para apurar eventuais responsabilidades financeiras, remetendo o caso para o Ministério Público. Além disso, quaisquer interessados podem impugnar os resultados finais.

O concurso para seleccionar o auditor - com o objectivo de tornar transparentes os contratos, custos e compromissos assumidos pelo Estado no âmbito das PPP - promete provocar tanta polémica como as próprias PPP.

Fonte oficial do Ministério das Finanças confirmou ao Diário Económico que "a Ernst & Young foi a empresa escolhida" e que "os resultados serão publicados em Diário da República, dentro dos prazos previstos".