Tradutor

domingo, setembro 16, 2012

Rédias curtas para as empresas públicas, finalmente

O documento das “Grandes Opções do Plano 2013”, que foi ontem aprovado em Conselho de Ministros, vai apertar a gestão financeira do Sector Empresarial do Estado.  
Algumas empresas deficitárias só poderão financiar-se junto do Tesouro, deixando de ter acesso directo ao crédito bancário. 
Com a entrada em vigor deste novo regime jurídico que vai reforçar os poderes do Ministério das Finanças.

Finalmente!  
Oxalá as Tutelas consigam efectivamente travar o endividamento das empresas públicas que têm andado em roda livre. 

Mariana Abrantes de Sousa 
ex-Controladora Financeira