Tradutor

quarta-feira, junho 03, 2015

Crédito ao consumo bate recordes... outra vez

Parece que não aprendemos quase nada com a crise do sobre-endividamento.
Apesar de se praticarem taxas francamente agiotas, e da subida do crédito mal parado,  o crédito ao consumo volta a subir.
Sobe a dívida de particulares
Sobe a dívida pública
... e pior de tudo,
Sobe a DIVIDA EXTERNA

E os reguladores prudenciais e o Ministério das Finanças a olharem para o lado e a celebrar terem os cofres cheios ... de dinheiro emprestado.
Quando é que vão tributar e subir a carga fiscal no crédito ao consumo que alimenta as importações e redireccionar a oferta de crédito para o investimento e as actividades produtivas e para as exportações?

O montante de dívidas incobráveis acelerou no primeiros meses deste ano. Desemprego, baixos salários, cortes nas pensões, aumento da carga fiscal, a redução de rendimento disponível e o aumento da fragilidade.
VER http://www.publico.pt//economia/noticia/novos-emprestimos-ao-consumo-regressam-a-niveis-do-inicio-de-2011-1697723
Desalavancagem ...http://ppplusofonia.blogspot.pt/2014/03/desalavancagem-para-que-te-quero.html