Tradutor

sexta-feira, julho 26, 2013

Porta giratória do Governo prejudica tratamento de dossiers complexos.

"Há muita ligeireza nas remodelações"  
Sobre a ministra das Finanças Maria Luis Albuquerque  Mariana Abrantes de Sousa (minutos 13-18) considera que "o ataque sobre swaps é bastante injusto", pois o problema dos swaps expeculativos tem origem anterior na desagregação da DGT Direcção Geral do Tesouro há mais de uma década. 
António Gaspar defende que a remodelação "devia ser mais abrangente", mas considera "Machete e Pires de Lima excelentes escolhas". J
á Manuel Caldeira Dias diz que "o contexto económico é muito mais importante do que a capacidade das pessoas".
Para Rogério Fernandes Ferreira, "a remodelação dá credibilidade a nível internacional". "Conselho Consultivo" de 26 de Julho de 2013.

http://videos.sapo.pt/TBcBj4Km6KZzD7vcKHUL