Tradutor

terça-feira, agosto 08, 2006

10 mil alunos optam pela disciplina de Espanhol

De acordo com notícia divulgada pela Agência Lusa em 13 de Julho de 2006, o número de alunos que optam pela língua espanhola nas escolas portuguesas duplicou nos últimos dois anos lectivos, atingindo já mais de 10 mil, de acordo com dados de um conselheiro da embaixada de Espanha.
Segundo o conselheiro da embaixada, a opção pelo castelhano resulta de um novo espírito de abertura da nova geração. Referindo aínda que, o ensino do castelhano nas escolas básicas e secundárias, que começou em 1991, com 30 alunos e três professores, já conta com 10.230 alunos e 204 professores.
As preocupações laborais são uma das principais explicações sobre a opção pelo Espanhol.
Segundo o conselheiro, o clima político entre os dois países também ajuda à existência de condições favoráveis à aprendizagem mútua das duas línguas.
Para além disso, o conselheiro garante aínda que o interesse pelo Português é crescente entre os jovens espanhóis e que nas escolas superiores de línguas do país vizinho já não há vagas para a disciplina de Português. O mesmo adiantou que , só em Badajoz há 9.000 alunos de Português, no ensino oficial e não oficial, acrescentando que o fenómeno se estende por todo o território do seu país. O interesse pelas línguas "do vizinho" é maior nas zonas de fronteira, sobretudo entre o Minho e a Galiza, assim como nas regiões entre o Algarve e a Andaluzia.

Este fenómeno revela-se bastante importante numa altura em que o mercado ibérico se começa a desenvolver, podendo ser um enorme trunfo para as gerações futuras que irão desenvolver a sua actividade profissional neste mercado, bem como para todos os agentes económicos que dele fazem parte e para a divulgação do ensino de ambas as línguas além fronteiras.