Tradutor

domingo, março 17, 2013

Protecção aos pequenos aforradores locais, JÁ!


Polémica Chipre: Schulz apela para medidas "socialmente aceitáveis"
O presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, apelou este domingo à protecção dos pequenos aforradores cipriotas e defendeu que as medidas impostas pelo plano de resgate devem ser “socialmente aceitáveis”.
As medidas impostas ao Chipre implicam que os aforradores, residentes ou estrangeiros, paguem um imposto extraordinário de 9,9% sobre os depósitos superiores a 100 mil euros, sendo que um imposto de 6,75% vai ser aplicado a todos os depósitos de valor inferior.
As imposições da União Europeia, após as negociações que terminaram sábado de madrugada, proíbem as transferências bancárias para “evitar fugas de capital e impõem a retenção praticamente imediata das quantias correspondentes ao imposto extraordinário".
Trata-se da primeira vez, na Europa, que os depositantes privados são envolvidos no pagamento da dívida.
“A medida tem de ser socialmente aceitável” avisou Schulz referindo-se aos impostos sobre as contas bancárias cipriotas e que segundo as medidas vão ser tributadas.
“Têm de ser corretas, por exemplo, sobre a taxa de excepção no limite dos 25 mil euros”, afirmou, sugerindo que os depósitos com quantias mais baixas devem ficar isentos do imposto.
Por outro lado, os conservadores que apoiam Angela Merkel já saudaram o acordo de Bruxelas, que permite o resgate da União Europeia ao Chipre, mas Rainer Bruederle, o líder dos Democratas Livres, que fazem parte da coligação no poder na Alemanha, não foi conclusivo sobre o apoio financeiro ao Chipre que vai ser discutido e votado no Parlamento, em Berlim.
Juergen Trittin, líder parlamentar dos verdes alemães, afirmou, em entrevista ao Bild, que o partido precisa de ser clarificado pela política de impostos a ser aplicada no Chipre antes de poder dar qualquer apoio ao acordo
Fonte:  http://www.noticiasaominuto.com/economia/55055/chipre-schulz-apela-para-medidas-socialmente-aceit%C3%A1veis#.UUYkzBypqSo
Ver mais sobre a protecção aos pequenos depositantes http://ppplusofonia.blogspot.pt/2011/08/coisas-que-nao-lembram-troika.html

e  salve-se quem puder na Eurozone http://ppplusofonia.blogspot.pt/2012/07/salve-se-que-puder-continua-na-eurozone.html
.