Tradutor

terça-feira, julho 14, 2015

Enquanto o bailout vai e vem folgam os credores que fizeram os créditos subprime

"Enquanto o 'bailout' vai e vem folgam os credores"
Mariana Abrantes de Sousa aplica um provérbio à Grécia: "Enquanto o 'bailout' vai e vem folgam os credores".  A dança de credores evitam que tenham que reconhecer as perdas dos maus créditos que fizeram.   Foram os bancos franceses quem mais crédito concederam à Grécia no auge da bolha, à Lagardère, sob o olhar (desatento) da Ministra das Finanças Christine Lagarde. Os credores iniciais foram muito condescendentes, fecharam  os olhos à falta de cadastro predial, à corrupção, à má gestão, a todos os males gregos.  Os decisores Europeus não se preocupam com a crescente divergência entre os países membros.  A economista defende que "o Euro não é um fim, é um meio" e questiona: "Quanto é que estamos dispostos a pagar e a sacrificar para ficar no Euro?". 
Já Hélder Oliveira acredita que "Merkel tem mais dúvidas do que o seu ministro das finanças" e defende que "esta crise pode ser criadora de novas ideias" para a Europa. "Conselho Consultivo" de 8 de Julho de 2015.