Tradutor

sexta-feira, janeiro 11, 2013

Propostas do FMI: Não Suficiente

Depois de uma  leitura rápida do sumário executivo do novo relatório do,  vê-se que o FMI está a subir a parada e a pôr o dedo da ferida da economia portuguesa.  
Temos um Estado insustentável para uma economia pequena, frágil e tão aberta que se pode dizer indefesa.                                     

Mas não basta cortar na despesa orçamental, como foi necessário mas não suficiente aumentar os impostos.  

Precisamos implementar 3 vectores estratégicos em simultâneo 
  1.  Cortar a dívida externa e os respectivos encargos
  2. Recuperar efectivamente a competitividade externa com medidas concretas de apoio ao sector exportador (ir lá vender) 
  3. Reduzir o peso do Estado na economia, menos Estado e melhor Estado.

O FMI foca apenas este terceiro vector,o que mais uma vez é necessário, mas não será suficiente para garantir os crescimento sustentável. 
E porque é que é necessário reduzir o papel do Estado como fornecedor de serviços de educação a fim de melhorar o aproveitamento escolar? 
Porque é que os professores do ensino público não mostram o que valem? 

Em Espanha, o absentismo no sector público já reduziu para níveis abaixo do sector privado... 
-- 
Mariana ABRANTES de Sousa