Tradutor

sexta-feira, novembro 09, 2007

Espanha representa 12% das vendas da Abreu e sobe a 16% em 2008


Os destinos de Espanha representam 12 por cento da facturação da Agência Abreu, um peso que a empresa espera aumentar para 16 por cento até final de 2008.
O director da empresa explicou que Espanha é o mercado mais importante para a Abreu que se especializou neste produto, um trabalho agora reconhecido pelo governo espanhol com a atribuição da "Condecoração de Mérito Turístico", um prémio de cariz mundial pela primeira vez destinado a uma empresa portuguesa.
O objectivo apontado pelo director da Agência Abreu é apresentar Espanha como um destino diversificado, com base na promoção da cultura, património e gastronomia característicos de regiões e cidades, em alternativa ao sol e praia, mais divulgados entre os portugueses.
Com um investimento de cerca de 450 mil euros anuais em acções de promoção de destinos em Espanha, o operador turístico quer continuar a apostar neste país, nomeadamente em Andaluzia, que vai ser o "patrocinador oficial" da edição de 2008 da sua feira Mundo Abreu.
A empresa quer aínda aumentar o peso do destino Espanha na actividade da Abreu, para 16 por cento em 2008.
Como exemplo da presença de Espanha na oferta da Abreu, o director da empresa refere que no seu site na internet é possível obter uma confirmação imediata de 150 hotéis naquele país.
Este ano, as vendas da Abreu para Espanha rondam os 62 mil pacotes de férias.
A Agência Abreu foi fundada no Porto em 1840, por Bernardo Abreu e ainda hoje pertence à mesma família e descendentes directos, na quinta geração. A Abreu opera em Espanha desde a sua fundação, em 1840, e está representada directamente em Madrid, desde 1977, em Barcelona desde 2000, estando presentemente em processo de abertura de um novo escritório em Málaga.
Actualmente, tem 105 lojas em todo o país, incluindo em centros comerciais, apresenta várias alternativas de destinos de viagens, além de Portugal, Espanha ou Brasil, como Cuba ou República Dominicana, e acompanha a evolução das tendências dos mercados e dos consumidores, com a aposta nas vendas on-line.
Espanha assumiu-se como um dos mercados mais importantes a nível mundial, esperando-se que no ano 2008 supere a barreira dos 65 milhões de turistas estrangeiros, devido aos cerca de cinco milhões de visitantes esperados, na Exposição Universal de Zaragoza (Expo 2008). A oferta turística para a Península Ibérica está neste momento numa fase de acelerado crescimento, podendo Portugal vir a aproveitar desse facto e aumentar igualmente o seu número de visitantes em 2008.
Fonte: Agência Lusa, 5 de Novembro de 2007.