Tradutor

sexta-feira, outubro 13, 2006

Espanha é o país da UE onde se fazem mais operações de estética

Em Espanha, uma média de 882 pessoas submetem-se diariamente a uma operação de cirurgia plástica. Este é o país da União Europeia onde se realiza o maior número de intervenções deste tipo, 300 mil.
A revelação foi feita pela Sociedade Espanhola de Cirurgia Plástica, no âmbito da visita ao país de um dos mais famosos nomes da especialidade, o brasileiro Ivo Pitanguy, que se deslocou a Espanha para ser nomeado membro honorífico do Colégio dos Médicos de Madrid.
O médico brasileiro criticou o facto da sociedade contemporânea estar a exagerar o culto da beleza, pondo-a acima do espírito e da inteligência, embora isso não seja culpa da cirurgia plástica, mas sim do marketing e da moda.
Pitanguy, agora com 80 anos, é um dos grandes cirurgiões plásticos em todo o mundo - já realizou 30 mil operações. Operou artistas como Sofia Loren, Elizabeth Taylor ou Úrsula Andress.
De facto, o Brasil é um dos países campeões em número de operações estéticas, e os seus médicos da especialidade, os mais respeitados internacionalmente. É o segundo país com o maior número de cirurgias plásticas realizadas, perdendo apenas para os Estados Unidos. Em 2003, foram mais de 621 mil cirurgias. A cirurgia plástica no Brasil cresce em progressão geométrica. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a média é de 500 mil cirurgias por ano.
Em 2005, os americanos gastaram cerca de US$ 12,4 bilhões, sendo que os brasileiros se encontravam perto desse número.

Fonte: Agência Lusa (29 de Setembro de 2006).