Tradutor

terça-feira, julho 08, 2014

Portugal moderno com dívida a mais e coragem a menos

Egas Moniz  continua a ser um exemplo de coragem quase nove séculos depois. 

Em 1128, Afonso Henriques, então com vinte anos lutava contra as forças de sua mãe, Teresa de Leão, Afonso VII  cercouGuimarães, e exigiy um juramento de vassalagem a seu primo Afonso Henriques; Egas Moniz dirigiu-se ao imperador de Leão e Castela, comunicou-lhe que o primo aceitava a submissão.
Contudo, depois de várias victorias até 1137,  Afonso Henriques sente-se com força para destruir os laços que o ligavam a Afonso VII.  
Como Afonso Henriques não cumpriu o acordado por seu aio, Egas Moniz, segundo reza a lenda, ao saber do sucedido, deslocou-se a Toledo, a capital de Leão e Castela , descalço e com um baraço ao pescoço. Acompanhado da sua esposa e filhos, colocou ao dispor do imperador a sua vida e a dos seus, como penhor pela manutenção do juramento de fidelidade de nove anos antes. Diz-se que o imperador, comovido com tanta honra e coragem, o perdoou e mandou em paz de volta a Portucale.