Tradutor

segunda-feira, maio 01, 2006

Restauração mais barata em Espanha

De acordo com notícia publicada no Jornal de Negócios- 26 de Abril de 2006, os restaurantes da raia portuguesa têm vindo a fechar devido a alegada falta de competitividade face aos estabelecimentos espanhóis, em matéria fiscal, laboral e de conjuntura económica, segundo refere o secretário-geral da Associação da Restauração e Similares de Portugal (ARESP). Esta situação verifica-se em Bragança, Vilar Formoso e nalgumas zonas raianas do Alentejo. Para os empresários do sector as razões para a crise no sector são, o IVA mais elevado, a crise económica, a necessidade de contenção no consumo de bebidas alcoólicas e a falta de inovação empresarial.

Os consumidores portugueses estão a optar cada vez mais por comprar em Espanha bens alimentares, gasolina, tabaco e restauração. O Iva é mais baixo e a oferta espanhola tem uma boa relação qualidade-preço. Os restaurantes nacionais têm que lutar para reconquistar clientes, inclusive visitantes espanhois, a fim de invertir esta tendência sob pena de continuar a perder clientes para Espanha, como já tem acontecido noutras áreas de negócio.

A ARESP vai apresentar publicamente, no dia 28 de Junho, o estudo "A Competitividade do Sector da Restauração e Bebidas de Portugal, face a Espanha”.