Tradutor

sexta-feira, março 17, 2006

Sistema de Mobilidade do Mondego, 7-Mar-2006


O Governo tomou a decisão de avançar de forma técnica e financeiramente sustentável com o novo Sistema de Mobilidade do Mondego, compatibilizando a sua execução com o início do próximo Quadro Comunitário de Apoio, no seguimento de estudos que concluiram pela vantagem em adoptar uma estratégia faseada tendo como objectivo final a entrada em serviço de uma rede de Tram-Train para a região de Coimbra.
Numa primeira etapa, a iniciar no segundo semestre de 2006, está previsto um conjunto de intervenções no actual ramal da Lousã, a cargo da CP e da Refer. Esta primeira etapa, com um investimento total previsto de cerca de 52 milhões de euros, estará concluída no final de 2008,
Na segunda etapa, proceder-se-á ao prolongamento da linha, desde Coimbra-Parque até Coimbra-B, e à construção da designada linha do Hospital, entre o Arnado e o Hospital, iniciando-se o serviço da rede de Tram-Train no início de 2011.
A concretização desta segunda etapa e a exploração da rede serão efectuadas em regime de Parceria Pública-Privada, estando previsto o lançamento do ou dos Concursos Públicos no primeiro semestre de 2007, o que implica a definição do modelo de concurso a adoptar até ao final de 2006.
O investimento previsto para esta segunda etapa é de cerca 246 milhões de euros, o que significa para a totalidade do projecto um investimento global de cerca de 298 milhões de euros, inferior, portanto, ao estimado no projecto inicial posto a concurso.