Tradutor

sábado, outubro 08, 2016

Comércio intra-EU ajuda a explicar Brexit


File:Intra-EU trade balance by Member State, 2013 (EUR 1 000 million).png
Os saldos comerciais intra-EU variam fortemente entre os países, como se vê nesta figura:
 Intra-EU trade in goods balance by Member State, 2013 (EUR 1 000 million)- 
Source: Eurostat (TET00039)

Convém recordar que a equação fundamental da economia, C+I+G+(X-M)=PIB fovorece os exportadores e penaliza os importadores, e que as importações representam uma "leakage", um dos buracos por onde se pode ir perdendo a prosperidade de um país.
O saldo externo positivo (X-M) é também essencial para os países que têm dívida externa a reembolsar.

Se a lista dos grandes exportadores e dos grandes importadores for variando de ano para ano, todos têm oportunidade de ficar na mó de cima.  Se forem sempre os mesmos a ganhar e os mesmos a perder, algo vai ter que mudar.

Que esperar dos países como a Grécia, Croácia, Portugal e o Reino Unido que são  persistentemente deficitários, quer com os parceiros europeus quer com o resto do mundo ?   Estes importadores crónicos, ou compensam os défices de mercadores com superavites de serviços como o turismo, ou sofrem crises de balança de pagamentos.
 

Fonte:  http://ec.europa.eu/eurostat/statistics-explained/index.php/Intra-EU_trade_in_goods_-_recent_trends