Tradutor

quinta-feira, setembro 22, 2016

Moçambique quer 'agendas firmes' na CPLP

Moçambique quer 'agendas firmes' na CPLP: 'A língua é a que nos une, mas não é essencial porque nós tradicionalmente somos povos que já nos conhecemos e convivemos. Temos é que a nível de governos desenhar programas concretos e exequíveis, ver a monitoria e avaliação concretas e se exploramos todas as oportunidades que os nossos países têm', diz o presidente de Moçambique, Filipe Nyusi.