Tradutor

segunda-feira, dezembro 02, 2013

Lições da Crise Europeia para África

Um artigo interessante procura tirar lições da crise europeia para Africa.   Ver http://www.africa.com/blog/the_european_union_debt_crisis_lessons_for_africa/
 África é o continente menos integrado no mundo, com baixos níveis de trocas económicas intra-regionais  e  baixa participação no comércio global. Neste contexto, algumas das coisas  que fizeram da integração europeia um sucesso foram os tratados, as leis e os regulamentos que regem a união económica e o mercado único, diz o artigo.
Mas a avaliação de impacto da  integração económica europeia ainda está por fazer e dificilmente será positiva.  
A principal lição da crise da Zona Euro é que a dívida é dívida, independentemente da moeda.  E sem moeda própria a carga da dívida fica fora do controlo de um governo nacional.  Daí a importância de manter as BTC, balanças de transacções correntes mais ou menos em equilibrio, o que não ocorreu entre os países membros da Eurozone.  

Essencialmente, temos de questionar se INTEGRAÇÃO económica europeia tem sido um êxito, considerando  os desequilíbrios comerciais e as dificuldades causadas pela divergência de fortunas e pelos ganhos assimétricos do aumento do comércio entre os parceiros comerciais da UE. Na verdade, nós continuamos a  testar os limites de divergência dentro da Eurozone e da União Europeia, com grandes custos e riscos para os países perdedores e para a  coesão europeia. http://ppplusofonia.blogspot.com/2011/12/eurozone-crisis-tests-limits-of.html

Visto a partir de países que sofrem profundas transformações e deslocações económicas e taxas de desemprego de 16-26% que vão deixar cicatrizes sociais em toda uma geração, se iste é "sucesso", imaginem o que seria um "fracasso".

Mariana Abrantes de Sousa
PPP Lusofonia