Tradutor

segunda-feira, junho 11, 2018

Banco que foi banco agora é Fintech

Agora os banco comerciais  fogem dos depósitos, que remuneram mal, para evitar o risco de serem acusados de facilitar o branqueamento de capitais.

E fogem do crédito comercial para não terem que analisar diversos projetos de investimentom a fim de avaliar a capacidade de reembolso  e resiliência e escolher os melhores.  Bancos preferem investir em titulos do Tesouro e evitar o risco de crédito comercial que está cada vez mais condicionado.

Efetivamente, os bancos já não são o que eram. Bancos já não fazem intermediação financeira tradicional. 

Os bancos de hoje preferem dedicar-se à venda de diamantes, pois o negócio de ourivesaria parece ser mais seguro.

Mas os aforradores continuam a necessitar de encontrar empreendedores e vice versa.

Eis que surgem as empresas Fintech, que facilitam esses encontros.   http://revistabusinessportugal.pt/cristina-alcobia-um-exemplo-de-trabalho-e-de-empreendedorismo/