Tradutor

quinta-feira, abril 06, 2006

Exportar é necessário



O economista António Borges defende apoio urgente às empresas portuguesas exportadoras num seminário em Vila do Conde sobre casos industriais de sucesso em Portugal, "Nos últimos dez anos o país tem vindo a seguir uma política dominada pelo estímulo da despesa e do endividamento, o que tem discriminado todo o sector transaccionável e exportador".
As empresas que tentam entrar no mercado externo estão desamparadas e necessitam de uma política económica mais equilibrada. Paralelamente, o investimento é mal conduzido ou mal aproveitado, podendo ser canalizado para outras áreas.
O Vice-presidente da Associação Empresarial de Portugal (AEP) Couto dos Santos frisou que "É através da indústria que podemos exportar e que o país pode crescer".

Para exportar, é necessário investir no conhecimento dos mercados alvo. Segundo um artigo de Mariana Abrantes de Sousa na revista Economia Pura, Nov/Dez 2005, "O sucesso comercial das exportações espanholas em Portugal baseia-se num forte conhecimento do nosso mercado". No entanto o primeiro Congresso de empresas exportadoras portuguesa teve lugar apenas em 2005.

Outros analistas alertam para o crescimento excessivo dos sectores de bens e serviços não transaccionáveis ou dependentes de importações.

Ver artigo completo em
http://dl.dropbox.com/u/13583205/ppplusofonia_mas_nuestrosproveedores_dez2005.pdf